Pré - casamento Barra Mansa - RJ

Juliete + Matias

A energia do palhaço é como do amor. O ridículo de amar com tanto cliché, assim como se espera o riso da queda, como surpreende com a piada já contada, como se pressente o truque. Amar é ser palhaço da vida, é fazer graça das próprias dificuldades e se precisar, ridículo para fazer feliz alguém ao seu lado